• Sidha Moitinho

AMOR PELA TERRA DOS ANTIGOS ALTOS COQUEIROS


SALOMÃO CLAUDINO, FALA DA MEMÓRIA E DO LEGADO DO PAI- SEVERINO CLAUDINO, EX- PREFEITO DE JABOATÃO DOS GUARARAPES


Mulher Papo E Café- Presta singela homenagem a memória e ao legado de Severino Claudino, nordestino simples, que saiu do interior de Pernambuco cheio de sonhos. Com sua determinação, fez muito pelo povo que o abraçou. Neste breve relato, também iremos conhecer Salomão Claudino, filho deste saudoso e exemplar político pernambucano.

Meu pai, apesar dos recursos escassos daquele tempo, fez muito mais do que esses atuais gestores com recursos enormes a disposição deles.

SEVERINO CLAUDINO

Os feitos de Severino Claudino, seguem vivos na memória, não só, do filho, mas também na lembrança de todos aqueles que conheceram o bravo guerreiro interiorano, Severino. homem simples e forte que se doou por inteiro ao seu povo. Ele fez história que o tempo pode até amarelar, mas não poderá apagar.

Com pouco estudo, Severino Claudino veio da cidade de Limoeiro para morar nos Guararapes, trazendo no peito um coração valente que lhe deu coragem e determinação para vencer os desafios e as barreiras, levando- o conquistar a prefeitura da antiga Jaboatão do Guararapes em 1973.

O ex prefeito de Jaboatão, Severino Claudino, deixou-nos uma lição: "A política pode ser feita pelo povo e para o povo."


SALOMÃO CLAUDINO-


"Meu pai deixou, um legado de coragem, amor pelo povo, amor por Jaboatão e pela política limpa."





A perda do meu pai me marcou profundamente, ele foi um grande homem e, ainda é uma grande referência em minha vida. Perdê-lo, trouxe grande dor e tristeza ao meu coração. Só fui consolado com o nascimento da minha filha. Através dela, Deus, me deu de volta a vontade de viver e continuar o legado do meu pai.


Salomão Claudino, nasceu no hospital Rita Barradas em 1975, quando seu pai já era prefeito de Jaboatão. Ele recorda que cresceu vendo seu pai trabalhar intensamente pelo município, e que ele lutou até o fim pelo bem da sua gente.

Exatamente como o pai, Salomão, luta por políticas publicas justas e, é... apaixonado pela terra dos Guararapes, onde nascia os altos coqueiros e os sabiás cantavam nos matagais...


Vamos ao nosso Papo & Café com essa personalidade Jaboatonense.

Mulher Papo & Café: Para você qual é a importância de Jaboatão?

Salomão Claudino: Sua cultura, sua localização, sua beleza natural, meu povo guerreiro. {A prova da coragem e da bravura do meu povo, é a Batalha dos Guararapes.}

Mulher Papo & Café: Qual é a sua atuação na política de Jaboatão?

Salomão Claudino: Na cultura, esporte e assistência social.

Mulher Papo & Café: Quais são os principais problemas no município de Jaboatão, especialmente Cavaleiro, bairro onde você mora?

Salomão Claudino: A falta de segurança, a delegacia só funciona de segunda a sexta até às 18:00 horas. Falta lazer para população, cuidado e zelo pelos morros. Não existe manutenção das escadarias das quais, muitas foram construídas pelo meu pai, a exatos 47 anos! Hoje estão se acabando. Sem falar no mercado público de Cavaleiro que foi feita uma pequena reforma de má qualidade pelo prefeito atual em sua primeira gestão.

As coisas são simples de resolver, mas falta a boa vontade e um bom gestor, que olhe para Cavaleiro e para Jaboatão como um todo. A bancada de vereadores que precisa fazer a parte dela. Meu pai sempre dizia que para dar certo, temos que amar o que fazemos, é assim que município e a população ganham.

Mulher Papo & Café: Na sua opinião, a gestão de Anderson Ferreira beneficiou a população do bairro de Cavaleiro?

Salomão Claudino: Na realidade, não! Eu não vi nada de bom na gestão que o prefeito fez até aqui. Segundo mandado e a coisa continua feia para nós.

Mulher Papo & Café: Você tem esperança para a política de Jaboatão do Guararapes?

Salomão Claudino: Sim! Ainda tem gente boa e, de bom coração.

Mulher Papo & Café: Obrigada por sua gentileza em nos conceder esta honrosa entrevista. Deus te abençoe. Jesus te ama!

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo