• Sidha Moitinho

DE FRENTE PRA VOCÊ

Atualizado: Set 1


Ao menos uma vez você parou para conhecer seu verdadeiro eu? Pensar sobre você? Se ouvir? Já quis se perguntar: Quem sou eu? Como estou? O que estou fazendo da minha vida? O que é que me leva a ter vida que tenho? Por que estou me sentindo assim?

Perguntas poderosas tem respostas transformadoras. Sinceramente, Você consegue prestar atenção em você mesma? Alguma vez observou seu modo de falar e pensar sobre você própria? Seu comportamento afasta ou atrai as pessoas? Já parou para observar seu tom de voz ou suas atitudes?

Em geral não fomos ensinados a pensar sobre nós, nem a nos amar. Quando muito fomos condicionados a ser boas pessoas sempre para os outros, e não para nós mesmos de um modo consciente e consistente. Não sabemos nos amar e nem corrigir nossos erros. Então...Que tal parar de frente pra você e ter uma boa conversa sobre quem é você? Não costumamos ter dialogar conosco, estamos habituados, a apenas ouvi nossos pensamentos se impondo sobre nós, sentir nossos sentimentos nos dominando, nossas emoções nos controlando. Dando mais atenção aos problemas do que necessariamente buscando soluções. Somos poluídas com os ruídos do mundo e com os barulhos da nossa alma. Mas você está dentro do quê exatamente? Minha mãe sempre me dizia: “Quem cuida da gente é a gente.” Ela estava certa, não podemos delegar nossa vida para as outras pessoas tomarem conta, é a gente quem cuida da gente, as outras pessoas podem eventualmente nos ajudar, mas  não têm nenhuma obrigação de fazer por nós aquilo que é nossa obrigação de fazer por nós mesmas. Você precisa parar e conversar com você! Sente-se, se possível, em frente a um espelho, e se faça perguntas, as respostas dentro de você. Outra boa dica, grave ou filme suas auto conversas, será muito bom em outro momento rever.

Tua vida está dentro de você, teu choro, tuas frustrações, teus erros, pecados, falta de fé, excessos, medos, dores e desafetos, as doenças… os maus pensamentos, os sentimentos negativos… TUDO ISSO, está DENTRO de você… E onde você está que não  toma conta de você? Não se ama? Ou é o centro de tudo, mas de um modo doentio?

O outro não muda, quem tem que mudar é VOCÊ! Você não pode mudar o outro, mas tem PODER para MUDAR a SI mesma! Se você se sente frustrada, vitimada, derrotada, deprimida, triste, vazia, sozinha, pergunte-se: O que me leva a viver uma vida tão destruída? O que me faz crer que não sou capaz de vencer? Qual é a origem dessa carência que me faz andar de cabeça baixa? De onde vem essa auto sabotagem? Onde estão e quais são as amarras que não me deixam seguir em frente? Quais são os pensamentos e os sentimentos que estão me atolando no fundo do poço? O que aconteceu na minha vida que me faz acreditar que não mereço ser feliz? Eu fiz alguma coisa que me levou a isso ou fizeram contra mim? Se você tem medo da vida, de se expor, se arriscar, se acha menor do que as outras pessoas, se esconde, não consegue vencer o nervosismo na hora das decisões, não consegue passar em uma prova mesmo tendo estudado muito, tem dificuldade de aceitar um conselho, pergunte-se? Quais motivos tenho para me sentir tão incapaz? O que me disseram na infância que me tornou uma mulher insegura? O que me leva a crer que não preciso de um bom conselho? Por que tenho de fingir que sou forte quando me sinto fraca e incapaz? Qual é a origem desse nervosismo, desse medo maior do que eu? Como eu me vejo no futuro?

Se você trabalhar suas habilidades, sua inteligência emocional, aproveitar com sabedoria as oportunidades, treinar seu cérebro através do autoconhecimento, VOCÊ vencerá seus impedimentos internos.

Se pergunte: está faltando fé em Deus, fé em mim mesma? O que me impede de ter confiança em mim? Se você for uma pessoa presa ao egoísmo, insensível, falsa amiga, mentirosa, dissimulada, narcisista, controladora, ingrata, manipuladora, pergunte-se: De onde vem esse coração emocionalmente doente e frio para com meu próximo? Onde aprendi a ser o oposto das pessoas boas? Por que sou ingrata e preguiçosa? Como me tornei esse tipo de pessoa manipuladora? Fui ensinada a ser assim? Com quem aprendi a ser desse jeito? Sofri bullying? Fui humilhada e maltrata na infância por meus pais?Eu gosto de ser essa mulher indiferente que afasta as pessoas e depois me faço de vítima? Eu tenho prazer em manipular as pessoas, magoá-las? O que eu ganho com isso? Deus pode me transformar se eu deixar? Eu quero ser uma mulher transformada? Se eu mudar, vai valer a pena? O que ganho se eu mudar? O que perco se eu continuar a ser assim?

Mas se você é uma mulher orgulhosa, sem empatia, pergunte-se: O que me transformou nessa mulher metida, chata, que se coloca acima das outras pessoas com esse olhar altivo? O que me faz pensar que eu sou melhor do que os outros? Como todo esse orgulho tomou conta de mim? Quem ou o que me levou a toda essa soberba? Por que eu sou rancorosa e sempre pronta para apontar a falha dos outros? Eu digo que perdoo, mas é da boca pra fora?

Você precisa começar a se fazer perguntas, estimular seu inconsciente a te dar RESPOSTAS para que tenha O encontro com você mesma. Desperte em você o desejo de se conhecer, se compreender, amar-se e buscar as mudanças que te tornarão uma pessoa muito melhor e mais feliz.

Você precisa romper com toda negatividade que domina sua vida e aperfeiçoar seus pontos fortes se faça perguntas em busca de respostas verdadeiras.

Nosso inconsciente está cheio de comandos ruins que dominam nosso comportamento, pensamentos, sentimentos, modos, complexos, traumas etc. Por isso, você precisa gastar tempo com você para descobrir a real pessoa que VOCÊ é; só assim, chegará nas causas, na raiz dos bloqueios. A tomada de consciência é importante para tomar a decisão de mudar alguns padrões interiorizados que te ferem e, também, atinge outras pessoas em seu entorno. A partir dessas novas descobertas do seu VERDADEIRO EU, você será uma mulher transformada e agente de transformação no seu próprio mundo, modelando a sua personalidade de forma positiva, gerando, também, mudanças onde você estiver, com quem você estiver. Não existem desculpas para não mudar, o que existe é o QUERER MUDAR e o NÃO QUERER MUDAR.

Sua mudança irar iniciar quando você começar a se conhecer.

A propósito: Quem é você mesma? Responda-se e se encontre na sua história.



JESUS TE AMA!

Nos siga no instagram @mulherpapoecafe

Na Coluna Sidha Moitnho do blogdoandros

33 visualizações

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2020 Mulher Papo e Café