top of page
  • falamoitinho

EU VOU FAZER POESIA


Magali Ribeiro

Em tempos tão sombrios, malvados,

de risos tristes e olhos vazios,

de corações dilacerados,

ouso fazer viver a minha alegria.


Pois, enquanto uma criação nascer e a vida se renovar,

enquanto o sol surgir e o seu raio brilhar.

Eu vou fazer poesia!

Enquanto a flor se abrir e o pássaro cantar,

enquanto o rio correr e o mar se balançar.

Eu vou fazer poesia!


Enquanto o pôr do sol puder me encantar,

enquanto a lua sair tão, linda detrás do mar.

Eu vou fazer poesia


Enquanto o ciclo da vida girar em sua perfeição,

enquanto chegar outono, inverno, primavera e verão.

Eu vou fazer poesia!


enquanto a esperança esverdear meu olhar,

enquanto os olhos de Deus mirrarem meu caminhar.

Eu vou fazer poesia!


E quando os Seus braços se abrirem pra me acolher e abraça

e quando me encontrar feliz eternamente.

Ai sim, farei poesia para sempre!!




MAGALI RIBEIRO

Poeta Pernambucana

309 visualizações10 comentários

Posts recentes

Ver tudo

LIBERDADE

10 Comments


cconde1058
Aug 11, 2021

Parabéns Magali poesias lindas cheias de esperança . é dom de Deus no teu coração ❤️

Like

strelluz
Jul 31, 2021

Magali, parabéns por tão bela Poesia! É tão inspiradora e profunda: ecoa como um chamado à Esperança; para mim, como uma Oração.

Grata por sua carinhosa partilha!

Magali, poetize sempre, pois, por meio das suas: Poesias, Artes e lutas, contribuirá para um novo Olhar e Esperançar.

Simone Maria.


Like

Salete Silva
Salete Silva
Jul 31, 2021

Parabéns pela iniciativa!! Maravilhosa poesia!

Like

Tarciana Pereira Da Silva Almeida
Tarciana Pereira Da Silva Almeida
Jul 31, 2021

Faça sempre poesia, Magali! Suas poesias acalentam nossos corações!

Like

cleideferraz244
Jul 31, 2021

Quão bela e oportuna a produção dessa poetisa que de chama Magali Lima Ribeiro! Não é a primeira nem será a última!

A sua sensibilidade nos leva a outro astral magnífico, profundo, inebriante.

Fico pensando que o mundo seria bem melhor com mais Magalis!!!

Abraço de parabéns, Magali!

Cleide Ferraz

Recife, inverno/2021


Like
bottom of page