top of page
  • Foto do escritorsidhamoitinho

"O CURTA A FONTE PERDIDA"


A primeira coisa que o curta traz a minha mente, é que, a minha interpretação não é a verdade do outro, mas simplesmente a minha verdade. Me conecto com a temática retratada através do meu sentido espiritual em junção com outras experiências, nada maior ou menor. Minha segunda percepção, é que, individualmente as pessoas tem consciência própria do que importa para encontrar-se em seu destino.

O filme, reforça minha ideia já adiantada nas linhas anteriores, de que não existe, humanamente falando, verdades absolutas, porém, a imaginação pode nos levar a criar nossa própria verdade desconectada da realidade e/ou vice- versa, independente de uma VERDADE MAIOR, uma vez que o livre arbítrio é a chave que abre as portas do mundo dentro de cada ser dotado de consciência moral ou não.

Me pergunto: o que significa "A Fonte Perdida"? Cada pessoa pode ter sua própria concepção do que seja uma fonte perdida, essa quimera, parece ser a inspiração por onde a trajetória da personagem vai se desenrolando; ao ser "trasladada" para uma floresta densa e sombria, a mulher parece guiada pelo som de aguas correndo as escondidas entre arvores e ribanceiras. Logo, penso, em nossa bussola interior, que muitas vezes nos arrebata em longas jornadas interior.

"A Fonte Perdida", pode ser também nossas crenças sem sentido, nossas buscas sem objetivos claros, nossas fantasias de infância, e até mesmo, as nossas crises existenciais, que como sombras se movem sem nada nos acrescentar, roubando a alegria da jornada da vida, quando a frustração prevalece.

Como cristã, compreendendo que não é preciso nenhum esforço humano, além da fé para encontrar a real fonte SALVADORA de todos nós, poderosa para mudar a nossa natureza pecaminosa e curar nossas dores e feridas; Percebo na personagem principal uma visão obscurecida quanto ao que realmente quer, ela também parece vibrar em uma onda magnética negativa, não demonstrando leveza, nem alegria enquanto busca o que deseja, ela simplesmente se move aflita e tensa, silenciosa aparentemente, não revelando no semblante a esperança ao imaginar o que poderá mudar quando finalmente encontrar "o que procura."

O curta me traz, outra reflexão sobre a nossa existência como uma fonte de água a correr, ora na luz, ora em densa escuridão, mas a luz do dia sempre vence a noite. A vida é fluente e livre... Falar da vida, ou de vida, é primeiramente, direcionar o pensamento para o DEUS CRIADOR da vida- Minha Verdade!

Em cada cena, a solidão de uma mulher impulsionada por seu instinto, inexpressiva e agonizante, é algo incômodo. Mas logo penso: ela tem livre arbítrio para buscar o que quiser, aonde quiser e como quiser.

A mensagem de a "A Fonte Perdida," talvez, esteja tentando nos levar a entender que algumas vezes perdemos o controle, porque nem tudo de fato está sob nossa administração, ou que, podemos encontrar respostas naquelas memórias perdidas dentro do nosso inconsciente, que pode ser comparado a uma caverna sombria, emitindo sons perturbadores, cuja missão é aclarar os motivos de uma determinada dificuldade ou dor... embora inaptos para mudar o passado, ao limpar nosso inconsciente poderemos ser livres de muitos enganos. O auto conhecimento é um processo doloroso, mas necessário.

A personagem silenciosa, ao encontrar um rio de forte correnteza, se lança em sua agua fria para engarrafar um pouco dela, ela acredita ter encontrado a fonte perdida, mas ainda precisa vencer a correnteza...

Uma porção de água na botija de barro retrata o que acontece com a maioria de nós, o tempo todo limitando a grandeza da vida, o poder do Criador, subestimando a existência infinita do nosso Criador em nós, desconhecimento do nosso infinito espírito e da nossa capacidade para viver vitoriosamente cada desafio através de Cristo.

Neste mundo existem milhões de fontes perdidas dentro de almas, entretanto, nada é capaz de mudar o estado do homem natural, para o homem espiritual e abundante, estando o ser humano, longe da sua fonte criadora. È incrível, que no fim das contas, Deus é muito mais simples de entender, do que entender o humano, que em sua soberba, tornou-se o próprio impedimento para religar-se A SUA FONTE CRIADORA- O DEUS REDENTOR!

Jesus disse em tom terno: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém ao Pai, se não por mim."

O filme nos mostra a água como cura, o que me arremete ao Salmista declarando: "Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; jamais será abalada. Deus a ajudará desde o romper da manhã." Salmo 46:4-5. Sem medo de errar: O mapa da cruz revela o NOME DE JESUS como guia para a fonte da vida eterna.

Jesus disse à mulher samaritana: "Se você soubesse o que Deus pode dar e, quem é que está lhe está pedindo água, você pediria, e Ele lhe daria a água da vida." ( Atos 2).

Jesus é a fonte da vida! Jesus é a vida! Abrace-o, receba-o! O apostolo Pedro em uma conversa com Jesus, disse ao Mestre: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. João 6:68

Gosto da ideia, da botija de barro que do nada aparece nas mãos da mulher, somos todos vasos de barro, e apesar das nossas fragilidades neste tempo presente, nosso Deus Criador, cabe por inteiro em nosso SER, por sermos sua imagem e semelhança. Que mistério glorioso!

O curta não revela um final determinante: Feliz ou Infeliz, deixando-o para livre interpretação... A vida real, também, nos oferece finais variáveis, com infinitas possibilidades, de acordo com nossas buscas, escolhas, entendimento da vida e da fé.

"As imagens são fotografias do curta-metragem."

Embarque nessa aventura assistindo agora : " A FONTE PERDIDA" Um filme de facção, aventura, suspensão: Ana Lucia Ribeiro, Geraldo Siqueira, Gustavo Siqueira, Isaura Siqueira. Produção: Mário Carlos; auxiliar de produção: Cecilia Ribeiro, e Frederico. Gravado em Sitio Riacho do Meio.

Se gostou deste pode do post, comente, deixe seu amei, compartilhe. Segue o vídeo do :)



27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page